Angola: O Islamismo e as jogadas às escondidas com o poder instituído

Angola Transparency

*Bairro Hoji Ya Henda – Luanda -Video 11/26/21

Angola: O Islamismo e as jogadas às escondidas com o poder instituído

Por Prof.N’gola Kiluange

Washington D.C —Primeiro, infiltraram-se nas fileiras do partido governante, fingiram abraçar as regras do Estado laico,  para posteriormente se tornarem num semi-poder religioso não oficial .

Embora proibido pela constituição nacional, o “semi-estabelecimento” litúrgico de impulso islâmico aposta brincar às escondidas com o poder instituído. Está enraizado no tecido mais vulnerável da nossa sociedade.

No mercado formal, está no sector bancário, informático, bens imóveis, compras e alugueres de terras aráveis. Até certo ponto, já consegue ditar o paradigma do mercado informal, desde a venda de moeda estrangeira no mercado paralelo ao comércio dos produtos de consumo básico.

Qual é a sua percentagem demográfica e poder de votação?

Prof.N’gola Kiluange ( Serafim de Oliveira)

Washington D.C

Prof.kiluangenyc@yahoo.com

—————————————————-

Angola: Islamism and the hide-and-seek with the instituted…

View original post 119 more words

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: