Angola: O negócio lucrativo de Angola, a Indra e a Ebro Foods

Angola Transparency

Dá para entender agora o comportamento do nosso Tribunal Constitucional?

Nada se faz por mera coincidência em Angola… nada, absolutamente nada!!!

Reparem bem o seguinte” A presença da Ebro Foods em Angola”…. “O presidente da Indra, Marc Thomas Murtra, juntou-se ao conselho de administração da Ebro Foods para preencher a vaga causada após a renúncia, com efeitos a partir de 31 de dezembro de 2021, de Pedro Antonio Zorrero Camas”.

“Dentro do que são considerados países em desenvolvimento, Ebro Foods só tem operações industriais usando sua própria força de trabalho em Marrocos, Egito, Índia e Tailândia. Estes países são, portanto, incluídos no desempenho ambiental e social da empresa. A presença de Ebro Foods em
outros países como Angola, Argélia, Líbia, Sudão, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Índia, Israel, Jordânia, Kuwait, Síria e Iémen é limitado
à comercialização de algumas das suas marcas de arroz e massas alimentícias, sem qualquer presença…

View original post 169 more words

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: