Angola: A Mão Invisível Russa na Nossa Classe Castrense

Angola Transparency

Angola : A Mão Invisível Russa na Nossa Classe Castrense

Washington D.C —Aumentam-se as preocupações nos diversos sectores da sociedade civil, religiosa, fazedores de opinião nacionais e estrangeiros,inclusive até responsáveis políticos locais, sobre o período pós-eleitoral.

Independentemente das suas respectivas intenções, todas e quaisquer actuais ações governamentais (unilaterais ou multilaterais) produzem sempre resultados negativos ou positivos em função dos objetivos preconizados.

Angola, por mais incrível que pareça, ainda continua subordinada a uma influência sutil da classe castrense. Basta reparar as ostentações aparatosas e extravagantes dos “oligarcas tiranos” e “gastadores” para compreendermos o poder penetrante e de fixação da influência militar em todas as esferas sociais.

Mas é precisamente em tal «classe» que a Rússia, fruto de uma longínqua amizade partidária entre o MPLA e o antigo Partido Comunista Soviético (PCUS), através da sua mão invisível, joga um papel de cobrador de dívidas morais. Que dividendos políticos os russos têm sobre…

View original post 697 more words

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: