Angola: Politizado sistema de justiça vs. poderes públicos e políticos de Pessoas Politicamente Expostas

Angola: Politizado sistema de justiça vs. poderes públicos e políticos de Pessoas Politicamente Expostas

Washington D.C —  João Lourenço sabota a sua agenda de atração de investimentos na capital americana, ao se reunir com doadores e  potenciais investidores americanos — em companhia de  Pessoas Politicamente Expostas (PEPs) — angolanas!

A questão não é se vai ou não funcionar desta vez… Há todo um pensar e propósito concluído — o recado vem dos maiores grupos de reflexão e tomadores de decisão deste país : o consenso estratégico é mútuo, trata-se de um  assunto de segurança nacional!

Com tantas responsabilidades e compromissos a nível internacional, regionais, incluindo na Região dos Grandes Lagos, SADC, etc., as nossas estruturas estatais já não poderão servir de paraíso seguro para os PEPs.

As contestações à má governação e gestão do erário público,repressão política autocrática, violações dos direitos humanos,exclusão social e discriminação, indíces elevados de pobreza,desemprego,desigualdade,etc., vão acabar por revelar o segredo político da presença de Pessoas Politicamente Expostas no nosso aparelho de Estado.

A Cimeira de Líderes E.U.A.-África, aliás, não só vai expor — a mídia e contribuintes americanos— as nossas medíocres estratégias governamentais de luta contra a corrupção, mas também a criminalidade organizada ainda operante no país,  à luz de um  politizado sistema de justiça.

——————————————————————————————————–

Angola: Politicized justice system versus. public and political powers of Politically Exposed Persons

Washington D.C — Mr. Lourenço undermines his investment attraction agenda in the American capital by meeting with donors and potential investors in the company of Angolan Politically Exposed Persons (PEPs).

There is no question as to whether this time it will work. The message comes from this country’s primary think tanks and decision-makers: there is a mutual strategic consensus, and this is a national security issue!

Our state structures cannot serve as a haven for PEPs with so many responsibilities and commitments on the international and regional level, including in the Great Lakes Region, SADC, etc.

Inevitably, poor governance and the management of public funds, autocratic political repression, human rights violations, social exclusion and discrimination, high levels of poverty, unemployment, and inequality will reveal the political secret of politically exposed persons in our state apparatus.

Moreover, the U.S.-Africa Leaders Summit will expose our mediocre anti-corruption strategies to the media and US taxpayers and reveal the organized crime that still operates in the country due to a politicized justice system.

Serafim de Oliveira

Prof.kiluangenyc@yahoo.com

Washington D.C 

Author: angolatransparency

-Impulsionar os cidadãos angolanos a questionarem como o erário público é gerido e terem a capacidade de responsabilizar os seus maus gestores de acordo com os princípios estabelecidos na Constituição da República --Boost the Angolan citizens to question how the public money is managed and have the ability to blame their bad managers in accordance with the principles laid down in the Constitution of the Republic-------------- Prof. N'gola Kiluange (Serafim de Oliveira)

One thought on “Angola: Politizado sistema de justiça vs. poderes públicos e políticos de Pessoas Politicamente Expostas”

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: